sexta-feira, 26 de março de 2010

Avaliação – Chevrolet Agile LTZ (kit Sunny) 1.4 Econo.Flex 2010



Por Marcus Lauria (texto e fotos)

"Quem ama o feio, bonito lhe parece", talvez esse ditado popular resuma bem o Chevrolet Agile, que mesmo não agradando tanto por fora, pode ser mais agradável em outros aspectos, como o conforto interno, posição de dirigir e seus itens de série. Claro que cada um tem seu gosto e uns podem detestá-lo. enquanto outros podem amá-lo, mas uma coisa podemos ter certeza, o Agile é realmente diferente e chama atenção por onde passa. O hatch da Chevrolet foi aparesentado oficialmente em outubro de 2009, na cidade de Mendoza, na Argentina. O CarPoint News teve o privilégio de testar o modelo mais completo, o LTZ, com o kit Sunny, por uma semana e 240 quilômetros, em perímetro urbano. O Agile é fruto do "Projeto Viva" e chegou para concorrer com VW Fox, Renault Sandero e Fiat Punto. No ano passado o Agile foi o vencedor, na categoria principal, da eleição "Carro do Ano 2010", da "Revista Autoesporte" e também com o Prêmio Abiauto como melhor Carro Nacional. Com essa bagagem toda, logo após o seu lançamento, a "briga" no segmento dos hatchs compactos com maior espaço interno e um pouco maior que os modelos mais comuns, com apelo de minivan.



Por fora sua carroceria exibe o novo DNA da marca norte-americana, que teve sua estréia na Captiva e no sedan Malibu. A enorme grade dianteira em forma de trapézio, lembra um "bocão" com um sorriso largo, dividida por uma barra central, com a "gravatinha" dourada ao centro. O farol de formato irregular invade o pára-lama dianteiro. Visto de lado, o carro tem poucos vincos e o diferencial fica por conta do aplique na cor preta, de gosto duvidoso, no final do vidro traseiro que dá a impressão de continuidade das linhas do carro. Na traseira destaque para as lanternas em forma de bumerangue.




Por dentro que está o diferencial do Agile, ao mesmo tempo que se mostra confortável, com seus banco de tecido aveludado e a ótima posição de dirigir, sempre alta, graças as multiplas regulagens do banco do motorista. O Agile exibe um novo conceito, totalmente diferenciado do que vem sendo visto nos modelos da linha Chevrolet vendida no país. O destaque fica para o painel de instrumentos que mistura instrumentos digitais e analógicos e traz uma iluminação em azul. Informações como combustível acabando, pilha do controle remoto fraca e problemas no sistema de arrefecimento são alertados ao motorista através do computador de bordo. O porta-malas do Chevrolet Agile tem 327 litros de capacidade, chegando a 1.140 litros com os bancos traseiros rebatidos. Sendo maior que de seus concorrentes, como o Fox que carrega apenas 260 litros e o Sandero, com 320 litros.


O Agile é empurrado pelo mesmo motor de 1.4 litros do Prisma, só que com sua potência alterada. O propulsor 1.4 Econo.Flex rende 102 cv de potência com etanol, com torque de 13,5 kgfm e 97 cv e 13,2 kgfm de torque com gasolina, sempre a 3.200 rpm. Seu consumo beira os 8,4 km/litro na cidade e 11,2 km/litro na estrada, rodando com etanol e 12,1 km/litro na cidade e de 16,2 km/litro na estrada, com gasolina, segundo dados de fábrica. Sua aceleração de 0 a 100 km/h quando abastecido com álcool é de 12,5 segundos, com gasolina passa a ser de 13 segundos, sua velocidade máxima é de 166 km/h com álcool e 165 km/h com gasolina.




O Agile é fabricado na Argentina e é vendido em duas versões de acabamento. A versão de entrada, LT (básica), chega equipada com rodas aro 15 de aço e calota, direção Hidráulica, banco do motorista com ajuste de altura, sistema de ventilação com ar quente, limpador/desembaçador do vidro traseiro, computador de bordo e piloto automático e custa a partir de R$ 38.107. Enquanto que a versão mais completa LTZ chega bem recheada de itens de série, além dos itens da versão de entrada, como rodas de alumínio de 15 polegadas, sistema de ventilação com ar quente,faróis de neblina, CD player com função MP3 com Bluetooth, USB e entrada auxiliar, travas elétricas nas portas, vidros elétricos dianteiros, alarme, coluna de direção com ajuste de altura, banco traseiro 40/60 com encosto rebatível e banco dianteiro com encosto reclinável, banco dianteiro do passageiro com encosto reclinável e retrovisores elétricos, a partir de R$ 40.020, opcionalmente pode ser incluído no pacote ar-condicionado, airbag duplo, freios com sistema ABS, lanterna de neblina e vidros traseiros com acionamento elétrico. O modelo testado além de todos os ítens citados da versão LTZ, junto com os opcionais, tinha o kit Sunny, que é composto por aerofólio, rodas de alumínio aro 16 polegadas, pneus 195/55 R16, rack de teto e protetores de para choque pintados na cor do veículo e custa R$ 4.393 e só pode ser instalado na concessionária da Chevrolet, com garantia de fábrica. Também é oferecido o Kit Sport, com os mesmo itens do Sunny, mas sem o rack do teto e com saias laterais, farol com máscara negra e lanterna diferenciada, por mais R$ 5.346. Esses kits foram apresentados dois meses após o lançamento do Agile, em novembro de 2009 e deixam o Agile mais simpático. O Agile vendeu 14.844 unidades desde janeiro de 2010 até a primeira quinzena de março. Seus concorrentes diretos tiveram as vendas acumuladas em 13.001 unidades para o Renault Sandero e 24.199 para o mais vendido, o Volkswagen Fox.



IMPRESSÕES AO DIRIGIR


O Agile apesar de ter uma aparência incomum, se destaca por onde passar, primeiro pelo fato de ser uma novidade e em segundo lugar por estar em evidência no mercado, apesar de ter sido lançado no ano passado. Os 240 km rodados em perímetro urbano foram bem aproveitados, afinal, o Agile é um carro para ser usado na cidade. O consumo baixo agradou, segundo o computador de bordo, a média foi de 9 km/l, nada mal para um motor 1.4 flex. Ao entrar no Agile a primeira impressão que se tem é que o acabamento é de boa qualidade Os bancos são de tecido aveludado, de ótima qualidade e bem macios, a posição de dirigir é fácil de achar, o banco do motorista tem regulagem de altura e distância, os espelhos retrovisores são elétricos na versão LTZ, com grande área envidraçada que faciliat a visualização dos outros carros na rua. A grande área envidraçada ajuda nas manobras e a posição elevada da carroceria é ajudada pelas rodas de 16 polegadas, com pneus 195/55 itens do kit Sunny. Ainda na parte interna, ao tocar nas partes plásticas do Agile, que são muitas, nota-se que o material não é agradável ao toque e não tem uma qualidade muito boa, muitas rebarbas na área próxima ao vidro lateral, o acabamento circular da manivela do vidro, parece que vai pular na sua direção. O volante tem uma boa "pegada" e em conjunto com a direção hidráulica deixa a conversa entre o volante e as rodas perfeita, tornando segura a dirigibilidade do carro. O painel com iluminação "Ice Blue" é bem agradável aos olhos e não casam a vista, deixando o visual bem mais moderno.





O ar-condicionada deixa o interior do carro em pouco tempo bem gelado, sendo necessário diminuir a velocidade do ventilador para suportar o frio intenso. Andando com o carro diariamnte surgem alguns barulhos que vem do motor, como um calço solto, principalmente nas arrancadas, isso aconteceu por várias vezes durante a avaliação. Um outro barulho que fez parte do teste também, foi a famosa "batida de pino", que pode ser controlado com as arrancadas em rotação superior aos 2.000 rpm. No trânsito, seu tamanho compacto e sua estatura alta ajudam bastante, fica fácil achar uma brecha entre os carros e fugir do marasmo do para e anda constante. Em velocidades mais elevadas, entre 100 e 130 km/h, na Ponte Rio Niterói, por exemplo, a viagem fica bem agradável e o motor 1.4 econo.flex, de 97 cv com gasolina, desenvolve bem, sem trancos e sempre silencioso, não foi percebida nenhuma situação de flutuação em velocidade alta. Durante a descida do Alto da Boa Vista, aqui no Rio de Janeiro, foi fácil fazer curvas com o auxílio do aro 16, com os excelentes pneus Continental, na medida 195/55, o carro gruda no chão e transmite a segurança necessária para abusar um pouco da sorte. Analisando seus pontos positivos e negativos, o Agile está pronto para entrar na briga com seu principal rival, o Volkswagen Fox, porém precisa aprender muito com a raposa da marca alemã.






*FICHA TÉCNICA:

Motor
Dianteiro, transversal, quatro cilindros em linha, oito válvulas, 1.389cm³ de cilindrada, que desenvolve potências máximas de 97cv (g) e 102cv (a) a 6.000rpm e torques máximos de 13,2kgfm (g) e 13,5kgfm (a) a 3.200rpm

Transmissão
Tração dianteira, com câmbio manual de cinco marchas

Suspensão/Rodas/Pneus
Dianteira, independente, McPherson, com barra estabilizadora; e traseira semi-independente, com braços oscilantes/ 6,0 x 15 polegadas (liga leve) / 185/60 R15

Direção
Do tipo pinhão e cremalheira, com assistência hidráulica

Freios
A disco ventilados na frente e tambores na traseira, com ABS (opcional)

Capacidades
Tanque de combustível, 54 litros; porta-malas, 327 litros; carga útil, 425kg

* Dados de fábrica


34 comentários:

  1. Parabéns pela avaliação Lauria... Abraços !!!

    ResponderExcluir
  2. Muito boa a matéria! Serve para muitas pessoas perceberem que o carro não é ruim, assim como muitos criticam... Em breve o estilo do Agile tomará conta do mercado brasileiro. Parabéns Marcus!

    ResponderExcluir
  3. Obrigado a todos, continuem lendo o blog e comentando.

    ResponderExcluir
  4. Alexandre Lealdini (Dude_Le)27 de março de 2010 03:05

    Muito boa a Reportagem!! Gostei muito do carro!

    ResponderExcluir
  5. Amigo Marcos:

    Vejo este carro da seguinte forma, voce se lembra da historinha da Chapeuzinho vermelho?

    Sim, quando ele chega a casa da Vovó e diz: - Nossa vovó que olhos grandes a senhora tem...

    Em uma foto deste carro de longe pode-se até confundi-lo com uma CAPTIVA, devido aos farois maiores que o prório carro...KKKKKKKKKK

    É isto o que mais me incomoda neste carro, alem do painel de instrumentos "retrô", que eu acho um absurdo de FEIO...

    Que pena, a Chevrolet deu Mancada FEIA !!!

    Abraço e maravilhosa a sua matéria...hehehehehe

    Pra variar né !!!

    Abraço do AMIGO AMERICO !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode ser feio pra ti, mais pra mim é bonito, isso é o que interessa. Ainda não viu o painel do celta, é mais que retrô.

      Excluir
  6. Parabéns pela matéria! Mas esse carro é muito feio.

    ResponderExcluir
  7. é um carro de gosto duvidoso, mas eu ate q gostei, ate pelos pontos que vc msm sitou, o interior compensa o exterior.
    Mas ja vi de perto o Ágile e o novo Fox, a diferença de acabamento é gritante!!!
    E se o motor do volks reponde bem como dizem, complica ainda mais pro ágile.
    Nesse caso, eu iria de Fox.
    Parabens pela matéria!

    ResponderExcluir
  8. gostei muito do carro marcus,valeu apena ter descurberto a sua materia, quem sabem em breve terei um desse.

    ResponderExcluir
  9. Silvester Stalone,

    Quem é velho também ! (compra um vectra).

    Marcus, parabéns pela matéria, bem detalhista. Já comprei um!

    Marta

    ResponderExcluir
  10. AMEI A MATÉRIA, MT BOA MSM.
    PARABÉNS FOI MT ÚTIL.
    GOSTEI DO CARRO TB , C DEUS QUISER
    VOU ADQUIRIR UM LTZ EM BREVE.

    ResponderExcluir
  11. Lindo o carro! Excelente a matéria, meus cumprimentos.

    ResponderExcluir
  12. Ao entrar em um Agile Ltz ontem foi fácil decidir ficar com ele, o interior é impressionante e a performance do motor 1.4 surpreende, muito se fala da aparência, mas acredito que a frente agressiva especialmente para aqueles que usarem a grade metálica vai impressionarão muito por aí, Bem, estou satisfeito com a aquisição e espero tirar dele muitos km bem rodados com um custo pequeno.
    Belúcio -BH-MG

    ResponderExcluir
  13. alguem pode me dizer qual é a cor do carro nas fotos ?

    ResponderExcluir
  14. o ditado no começo deve calar a boca de muita gente que fala mau do agile,meu pai tem um lt,o carro é muito bom.
    parabéns pelo blog,gostei das imagens.

    ResponderExcluir
  15. eu queria saber se eu posso colocar o kit sunny no meu agile LT??

    ResponderExcluir
  16. eu queria saber se eu posso colocar o kit sunny no meu agile lt?

    ResponderExcluir
  17. o agile da minha mae começou a fazer um barulhinho mas já parou,eu a cho q com o uso diário acontece isso,minha escola fica quase á 5 km de casa!

    ResponderExcluir
  18. A matéria é legal, só não entendi porque o Agile tem muito a aprender com o fox. Só se for aprender a ser caro, pelado, s/ porta malas e beberrão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem porta malas, fala sério rapaz. Dá pra colocar 2 Ivan no porta malas, sem noção companheiro.

      Excluir
  19. carrinho da hora muinto legal

    ResponderExcluir
  20. tenho um celta nunca me deixou na mao o carro e 10 economico nunca quebra e fera meu prossimo carro sera um agile ja estoul penssando num agile na garage

    ResponderExcluir
  21. Quando alguém inova, primeiro vêm as críticas, mas depois todos seguem seus passos. Aguardem agora as demais montadoras oferecerem carros abaixo de R$50.000 com piloto automático, ABS, duplo air bag, bluetooth, faróis automáticos e de neblina, etc, etc, etc. O Agile pode causar estranheza agora, mas em pouco tempo essa será a norma.

    ResponderExcluir
  22. Acabei de trocar de carro, comprei um AGILE LTZ, galara que carro lindo, show de bola,um conforto inenarrável, e tem gente que diz que o FOX é melhor, para, sem comparação principalmente no acabamaneto, carros da GM no geral são todos muito bem acabados,em fim, parabéns pela matéria muito boa....,

    ResponderExcluir
  23. paulorxavier@gmail.com29 de agosto de 2013 09:04

    Acabei de realizar um sonho de consumo, comprei um Agile LTZ. Há uns que não gostam deste carro, mas eu e minha família estamos satisfeitíssimos. Parabéns Lauria, pela matéria. Paulo Xavier- Macaé

    ResponderExcluir
  24. Tenho um Agile ltz, da mesma cor do testado,é um carro lindo, imponente, confortável e seguro.
    Andei em um Fox e não trocaria pelo meu lindo Agile não!

    ResponderExcluir
  25. Acabei de comprar o meu Ágile que também é da cor verde hera. Estou adorando o carro e acho ele lindo, internamente e externamente. Parabéns pela matéria, Marcus!

    ResponderExcluir
  26. Nossa quero equipar o meu com a versao testada a sunny, comprei a um ano e qnd entro em outro carro me sinto pelado, com tanto recurso e equipamentos, alem do espaço onterno para mi que sou alto e os amigos. Leva a todos confortavelmente. O meu u ltz completaço. So quem tem um pra saber. E eu gosto dos carros da VW heim. E GM claro.

    ResponderExcluir
  27. posso dizer que fiz uma ótima compra sai de um celta pra um agile.ótima matéria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adval que bom ler a sua mensagem! estou trocando meu celta por um agile pegarei ele no sábado, mas com tanta criticas que venho lendo estava um pouco insegura.

      Excluir

Comente, opine.