quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Ford realiza workshop sobre o uso prático do novo Ka no dia a dia



VISITE O SITE CARPOINT NEWS: www.carpointnews.com.br  


A Ford reuniu blogueiras e jornalistas da área de estilo de vida e especializadas em automóveis para abordar um tema cada dia mais presente: o uso prático do automóvel, considerando as mudanças culturais e tecnológicas associadas ao transporte individual. O evento serviu também para mostrar os dois novos lançamentos da marca: o Novo Ka 1.5 e o Novo Ka+ 1.0, que completam a linha do compacto global.

Realizado no Hotel Fasano, na Fazenda Boa Vista, em Porto Feliz, SP, teve a participação da "personal organizer" Bel Mattos, que falou sobre organização pessoal e utilização racional do veículo no dia a dia. "Passamos cada vez mais tempo dentro do carro e podemos aproveitar melhor esses momentos, usando os novos recursos ele oferece", disse a especialista.

Um exemplo, segundo ela, é ligar para a família ou amigos usando o comando de voz do sistema SYNC do Novo Ka, sem precisar tirar as mãos do volante e a atenção da pista. Outra dica é usar o sistema de som para ouvir audiolivros, ou aulas gravadas de idiomas ao volante.

"A maioria das pessoas reclama de falta de tempo para estudar e não percebe que é possível aproveitar esses intervalos enquanto está dentro do carro. Basta se organizar", disse Bel Mattos.

Os 21 porta-objetos existentes na cabine do Novo Ka e do Novo Ka+ também foram destacados pela "personal organizer" como forma de manter o espaço organizado e seguro. Entre as inovações, os dois modelos trazem uma rede porta-objetos no lado do passageiro da frente que permite acomodar pertences com fácil acesso para o motorista.

"As mulheres, por exemplo, podem guardar sapatilhas ou tênis nesse espaço para não ter de dirigir de salto alto. Além de ser perigoso, dirigir de salto alto também estraga o sapato, porque raspa na área de apoio", lembrou. "Mas essa rede também serve para levar outros itens, como um estojo de maquiagem, um tablet ou uma carteira."

O espelho no quebra-sol do motorista, item de série do Novo Ka e do Novo Ka+, é outro detalhe prático que chamou a atenção da especialista. "Muitas mulheres aproveitam as paradas nos semáforos para conferir a aparência", afirmou.

As portas contam com espaços para acomodar garrafas de até 1,5 litro e inclusive um guarda-chuva. Outros porta-objetos são encontrados no banco de trás e na lateral do painel - que só pode ser acessado com a porta do motorista aberta, fora da vista -, além do MyFord Dock, um compartimento inédito para encaixar o celular ou aparelho GPS no painel. Ele dispõe de uma tampa que prende o aparelho, deixando a tela visível.

Os novos compactos hatch e sedã da Ford também vêm de série com abertura elétrica do porta-malas, que favorece a praticidade de uso na hora de transportar compras ou equipamentos. O sistema de dobradiça pantográfica libera mais espaço para bagagem, sem interferências, e há também redes porta-objetos para carregar objetos menores com segurança e sem ruídos.

As jornalistas e blogueiras também andaram no Novo Ka 1.5 e no Novo Ka+ 1.0 para testar o desempenho das novas motorizações. Fizeram parte do grupo representantes dos blogs "Mulherão", de roupas tamanho grande, "It Mãe", "Mãe de Primeira Viagem", "Animal Chic", "Objeto de Desejo", "Smart Girls", "Gostei e agora?", "Decora Casas" e "It Pet Blog", além de jornalistas de publicações como Meio e Mensagem, Propaganda e Marketing, Chic, Cool Magazine, revista Marketing e especializadas.

Fonte: Imprensa Ford

Grupo SHC inaugura concessionária Jaguar Land Rover em SP


VISITE O SITE CARPOINT NEWS: www.carpointnews.com.br 


Um dos maiores distribuidores de automóveis do País, o Grupo SHC, que é responsável pela importação e comercialização de Aston Martin e JAC Motors, além de contar com as bandeiras Citroën, Jaguar e Volkswagen, está inaugurando hoje, 12 de novembro, uma nova concessionária na Vila Leopoldina, zona oeste de São Paulo. Representante da Jaguar desde 1994, a tradicional parceria com a montadora britânica se estenderá, a partir de agora, à Land Rover.

Localizada em uma área privilegiada, na avenida Dr. Gastão Vidigal, com 4.000 mil m² de área construída, a GB Cars Villa Lobos irá se somar às mais de 85 lojas do Grupo SHC, confirmando a vocação da empresa também na realização de negócios no segmento Premium. De acordo com Rachel de Oliveira Pinto, diretora-geral da unidade, a expectativa pelo início das atividades é enorme. “Temos uma parceria histórica com a montadora, iniciada nos anos 90, quando o chairman do Grupo SHC, Sergio Habib, trouxe a Jaguar ao país. De agora em diante, pretendemos estreitar ainda mais esse laço com a bandeira Land Rover, que é a marca Premium de maior crescimento e potencial de vendas do mercado brasileiro”, explica.

A GB Cars Villa Lobos nasce como maior concessionária Jaguar Land Rover do Brasil dentro dos novos padrões, com espaços delineados e dedicados ao show room das duas marcas, com exibição das linhas de modelos novos e seminovos. Este novo projeto foi concebido com base nos princípios de transparência, flexibilidade e modularidade, que priorizam o conforto e a comodidade dos consumidores em um ambiente requintado e, ao mesmo tempo, sustentável.

Há uma área específica para atendimento de pós-venda, que pode ser efetuado com a facilidade do agendamento on line. Na oficina, a concessionária investiu no que há de mais moderno em infraestrutura para os reparos nos modelos das duas marcas, sempre obedecendo aos critérios recomendados pela montadora.

Terry Hill, presidente da Jaguar Land Rover para América Latina, disse: “Estamos muito orgulhosos de ver a maior cidade da América Latina como uma das primeiras das Américas a receber o novo padrão visual que desenvolvemos. Da fachada até o ambiente de pós-vendas, o showroom reflete a modernidade e requinte que as marcas Jaguar e Land Rover sempre tiveram, com uma identidade contemporânea".

Fonte: Grupo SHC

Como age o óleo lubrificante no motor de seu veículo



VISITE O SITE CARPOINT NEWS: www.carpointnews.com.br 


Parte essencial dos cuidados necessários para estender a vida útil do automóvel é ficar atento ao estado de conservação de seus componentes básicos, procurando, sempre, entender como os produtos certos atuam e asseguram o funcionamento pleno do motor e dos sistemas hidráulicos e elétricos, por exemplo. Nesse sentido, vale lembrar que a troca de óleo regular é um dos procedimentos mais importantes para garantir o desempenho do veículo, uma vez que a lubrificação adequada atenua o atrito entre as peças dentro do motor.

Seguindo sempre as recomendações do fabricante do veículo na hora da troca, é preciso observar, principalmente, a viscosidade SAE e o desempenho API, ACEA ou ILSAC do produto. De acordo com Marcelo Beltran, Gerente de Produtos da Total Lubrificantes do Brasil, a viscosidade do lubrificante pode ser identificada na embalagem do produto e normalmente é representada da seguinte forma: 0W-20, 5W-30, 10W-40, 20W-50, etc. Estes números correspondem à viscosidade de produtos automotivos tanto na partida (com o W) quanto na temperatura de regime de trabalho do motor (sem o W), conforme regulamentado pela SAE – Sociedade dos Engenheiros Automotivos.

Pesquisas apontam que 75% do desgaste do motor ocorre no momento da partida, em função dos poucos segundos que o motor trabalha a seco, sendo assim, é essencial que o lubrificante flua o mais rápido possível, para lubrificar o motor. Justamente por isto, é de grande importância utilizar produtos com viscosidade menor no momento da partida. “O óleo tem tendência a perder viscosidade com o calor, o que faz com que seja extremamente importante seguir as orientações recomendadas pela montadora. Quanto maior a numeração, mais viscoso é o óleo, e consequentemente, maior será a resistência à fluidez”, explica.

O motorista também deve considerar as especificações API (USA), ACEA (Europa) ou ILSAC (Ásia) do lubrificante utilizado, uma vez que a escolha de um produto impróprio pode impactar diretamente em seu desempenho junto aos demais aditivos que fazem parte da formulação do produto. “Os aditivos ‘avulsos’, que são comercializados no mercado, não são recomendados pelos fabricantes, pois todos os lubrificantes de boa qualidade são formulados com a quantidade de aditivos necessária para que o produto desempenhe perfeitamente a sua função. O uso de aditivos avulsos pode desbalancear a formulação do óleo, ocasionando fuligem, aumento do consumo de combustível e de contaminação do ar, e em casos extremos, lubrificação ineficiente do motor”, ressalta Beltran.

É importante lembrar que, durante o uso do veículo é normal que o nível do lubrificante diminua com o tempo, pois no momento da lubrificação do pistão, um pequeno volume de óleo é “queimado”, juntamente com o combustível. Além disto, com a alta temperatura, ocorre uma perda por evaporação. O motorista, no entanto, não precisa se preocupar quando o lubrificante fica preto, isso é sinal de que está cumprindo corretamente a sua função, que é a de remover as impurezas do motor e deixá-las “dispersas” no lubrificante até o momento da troca. “De modo geral, podemos dizer que a coloração preta do lubrificante informa que o produto está ‘sujo’. É extremamente importante que a sujeira esteja no óleo ou no filtro e não na parede do carter ou canais do motor, para que não venha a causar problemas de funcionamento. Isto é sinal de que os aditivos detergente e dispersante estão realizando a sua função. O óleo deve reter as impurezas até o momento da troca, onde a sujeira flui com o óleo para fora do motor, deixando-o limpo e trabalhando de modo eficaz”, finaliza.

Fonte: www.dezoitocom.com.br