segunda-feira, 28 de abril de 2014

Concessionária x Oficina mecânica: prós e contras


VISITE O SITE CARPOINT NEWS: www.carpointnews.com.br 


Se você é proprietário de veículo, com certeza já passou por essa dúvida: na hora de fazer revisão ou consertar algum problema, deixar o carro sob o cuidado das concessionárias ou levar naquelas oficinas consideradas “paralelas”? Trata-se de uma decisão difícil: as concessionárias e oficinas autorizadas, por um lado, passam a ideia de que será um serviço de qualidade, justamente por ser chanceladas pela montadora – por outro, cobram valores muitas vezes abusivos; já as oficinas mecânicas “sem bandeira”, por sua vez, cobram preços mais camaradas, mas podem ser uma fria em termos de qualidade do serviço prestado. E agora, o que fazer?/

Vamos, aqui, analisar cada caso e suas variáveis, para que você possa tomar a decisão consciente e de forma mais ágil – afinal, quem é que pode ficar muito tempo com o carro ou moto parado na garagem?

O bom carro à concessionária retorna

Quando vamos até a concessionária para fechar o negócio de compra de um veículo, somos sempre muito bem tratados por todos, e dá até vontade de voltar lá sempre. Na teoria, todos os profissionais ali são bem treinados e capacitados pela montadora, o que traz muita tranquilidade – ou seja, em tese, eles sabem o que estão fazendo. Além disso, todo o material usado é de boa procedência e todo o processo é documentado, desde a entrada do veículo até a retirada. Se o carro estiver na garantia, levá-lo até a concessionária pode ser um ótimo negócio, pois no caso, não será cobrada taxa de mão de obra.

Porém, todas essas vantagens podem ser uma verdadeira armadilha para seu bolso. Muitas concessionárias têm cobrado valores abusivos nos reparos e prestado serviços desnecessários nas revisões, como trocas de peças que não estavam previstas. Em alguns casos, a diferença de preços entre concessionárias e oficinas paralelas chega a 100%! Outro problema bastante relatado é o longo tempo de espera para o carro ficar pronto, com uma fila que pode chegar a dias, além da falta de horários disponíveis e localização ruim.

Também é necessário tomar cuidado com as famosas “garantias estendidas” que vêm sendo oferecidas por algumas montadoras como uma grande vantagem, mas que deixa o veículo “preso” à concessionária.



Toca para a oficina!

Por conta das dificuldades e altos preços praticados pelas concessionárias, muita gente tem optado por levar seus veículos para reparo e revisão em oficinas paralelas. Na maioria dos casos, trata-se de uma oficina “de confiança”, na qual o proprietário do veículo já conhece o dono e os mecânicos, além de na maioria das vezes atenderem prontamente e serem muito mais rápidos na entrega do veículo reparado ou revisado.

Mas a opção pelas oficinas não autorizadas têm desvantagens: levar o veículo a uma delas pode encerrar a garantia oferecida pela montadora e você não poderá mais usufruir dela caso precise. Além disso, não é todo tipo de serviço que as oficinas “paralelas” oferecem – na maioria das vezes, elas são especializadas em um tipo de aspecto do veículo, como elétrica, câmbio e funilaria, o que pode fazer com que você leve seu veículo a mais de uma delas, perdendo tempo e dinheiro.

No final das contas, ambas as opções – concessionária ou oficina não autorizada – têm seus prós e contras, e cabe a você decidir o que é prioridade para você. A recomendação é que você opte sempre por deixar seu veículo com quem você sente confiança e vá pagar um preço justo pelo serviço. Ah, e não se esqueça: conheça seu veículo em detalhes e leia o manual do proprietário do começo ao fim, pois isso ajuda muito a não ser enganado!

Hora de compartilhar suas experiências! Faça bom uso dos comentários abaixo! E visite o nosso site!
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente, opine.